TikTok e a pornografia: Como proteger os seus filhos?





TikTok é sem dúvidas uma das plataformas de mídia social que mais ganhou popularidade entre os jovens, principalmente os da Geração Z e a Geração Alfa. Contudo, tendo em mente que adolescentes e crianças, surge a dúvida sobre o TikTok e a pornografia: Como proteger os seus filhos?





Embora o TikTok tenha políticas de segurança e privacidade para proteger os usuários, incluindo restrições de idade, filtros de conteúdo e opções de denúncia, ainda há muito conteúdo inadequado disponível na plataforma.

Para garantir a segurança dos seus filhos no TikTok, é importante que os pais estejam cientes dos riscos e adotem medidas preventivas. Isso inclui monitorar o uso do TikTok pelos filhos, estabelecer regras claras para a utilização da plataforma, conversar abertamente com eles sobre os riscos associados ao uso da mídia social e até mesmo ensinar como bloquear perfis nessa plataforma e é sobre essas dicas que vamos falar.

Nota: Caso pretenda proteger os seus filhos, uma boa forma de fazê-lo é usando apps que monitoram o celular. Recomendamos que veja o nosso artigo sobre aplicativos de controle parental.

TikTok e pornografia: Hashtags que podem dar acesso a esse tipo de conteúdo

Nas redes sociais, é comum ver a criação, uso e distribuição de diversas hashtags com o objetivo de promover conteúdo, iniciativas, criar tendências ou aumentar o número de seguidores. No entanto, é importante lembrar que nem sempre essas hashtags são inofensivas.

Em relação ao TikTok, por exemplo, pessoas estão utilizando as hashtags #youtubenaranja e #youtubeazul, códigos de linguagem que permitem que qualquer pessoa, independentemente da idade, acesse e compartilhe esse tipo de conteúdo pornográfico. Embora possam parecer inofensivas, essas hashtags se referem a grandes sites de conteúdo pornográfico, como Pornhub e XXNX.

Mas isso não é tudo. No final de dezembro de 2020, um vídeo publicado no YouTube pelo videomaker “Le roi des rats” (O Rei dos Ratos) trouxe à tona uma acusação preocupante: o algoritmo do TikTok estaria favorecendo o acesso a vídeos sexualizados e ilegais, incluindo conteúdos que envolvem menores de idade.





O vídeo apresentava exemplos de danças e poses sugestivas, bem como simulações de práticas sexuais que frequentemente apareciam na plataforma. Além disso, o videomaker mostrou como era fácil ter acesso a conteúdos ilegais, como zoofilia e escatofilia, em qualquer idade.

Com isso, vemos a importância de você acompanhar o conteúdo que seu filho assiste no aplicativo e agora você vai aprender como fazer essa tarefa da melhor maneira para que seu filho tenha acesso a conteúdo apropriado e seguro.

Como controlar o que os filhos vêem no TikTok?

Existem várias medidas que os pais podem tomar para monitorar e limitar o acesso de seus filhos a um vídeo prejudicial. Desde o uso de filtros de conteúdo e configurações de privacidade até o uso de aplicativos de controle parental, existem várias opções disponíveis para ajudar os pais a manter seus filhos seguros enquanto eles usam o TikTok.

A primeira coisa a se fazer é vincular a conta do seu filho menor de idade a sua. Para isso, basta seguir os passos abaixo:

Entre no seu perfil do TikTok e clique nas três linhas:

TikTok e a pornografia - clique nas três linhas

Em seguida, vá em “Configurações e privacidade”:

TikTok Configurações e privacidade


Desça a tela e clique em “Sincronização Familiar”:

TikTok Sincronização Familiar


Clique em “Continuar”:

TikTok e a pornografia - clique em Continuar


Escolha a opção “Pai/Mãe”:

Função Pai/Mãe

Clique em “Avançar” e aparecerá a seguinte tela:

TikTok QrCode

Pegue o celular do seu filho e/ou de sua filha, siga os passos anteriores, mas ao invés de clicar em “Pai/Mãe”, clique em “Adolescente”. Depois basta clicar em “Vincular”

TikTok e a pornografia - vincular

Após isso, aparecerá a tela abaixo e você irá clicar no nome da conta vinculada a sua.

TikTok nome da conta vinculada a sua


O próximo passo é decidir o que irá controlar, como tempo de tela diário e modo restrito.

TikTok decidir o que irá controlar


No modo restrito você consegue limitar o conteúdo que pode ser inadequado para o adolescente. Além disso, se esse modo for ativado, seu filho não conseguirá sair ou trocar de conta.

Você também pode definir quem pode mandar mensagens para o adolescente. Vá em “Privacidade e Segurança” e depois escolha a opção que melhor se adequa para proteger os seus filhos.

TikTok e a pornografia - Privacidade e Segurança

TikTok escolha a opção de contato

Como ficou claro, para conseguir realizar esses passos, você precisa ter uma conta no TikTok. Caso não saiba como fazer uma, leia o artigo: Como criar conta no TikTok? 5 passos para começar.

É importante destacar que o seu filho precisa ter pelo menos 13 anos para usar o TikTok, de acordo com as regras do aplicativo. Embora muitas pessoas tentem burlar esse sistema, é muito importante que a data de nascimento verdadeira seja colocada no momento da inscrição no TikTok, pois o aplicativo não permite que pessoas entre 13 e 15 anos usem determinados recursos na plataforma, como realização de Lives, por exemplo.

Outro dado importante é que no TikTok é necessário ter pelo menos 16 anos para fazer coisas como enviar ou receber mensagens diretas e permitir que outras pessoas baixem e usem as ferramentas “Costurar” e “Fazer Dueto” nos vídeos.

TikTok e a pornografia: Como proteger os seus filhos

Embora seguir as regras acima seja de grande ajuda, é válido destacar que pessoas mal intencionadas acabam encontrando meios de burlar o sistema do TikTok. Você pode avisar a plataforma que, mesmo após ativar o modo restrito, um conteúdo inapropriado surgiu na tela de seu filho. Contudo, existem outras formas de proteger o adolescente e uma delas é através de aplicativos de controle parental.

1. Qustodio

app Qustodio

O Qustodio permite aos pais monitorar a atividade de seus filhos no TikTok e em outros aplicativos e sites. Além disso, o app possui recursos de filtragem de conteúdo e limitação de tempo de tela. Ao conseguir monitorar a atividade online se seus filhos você consegue identificar qualquer comportamento preocupante e tomar medidas apropriadas.

No entanto, é preciso destacar que esse app não é 100% perfeito. Em primeiro lugar, o Qustodio não é gratuito e as versões premium podem ser caras. Também pode acontecer de em alguns casos ele bloquear acidentalmente sites legítimos. Outro limitador é que o aplicativo  só funciona em dispositivos móveis e não pode ser usado em outros aparelhos, como computadores ou consoles de jogos.

2. MSpy

app MSpy

Outro aplicativo bem utilizado por pais que desejam proteger a integridade de seus filhos no TikTok é o MSpy. Esse app de controle parental permite que o monitoramento seja feito em tempo real, inclusive de chamadas, mensagens de texto, mensagens instantâneas, atividades em redes sociais, histórico de navegação na web e até mesmo a localização GPS de dispositivos.

Do lado das desvantagens podemos citar um fator crítico que é o app ter  problemas técnicos, como atrasos na atualização das informações e dificuldades de conexão. Assim sendo, pode não garantir que as crianças estejam 100% seguras online.

3. Eyezy

app Eyezy

Finalizando a nossa lista está o Eyezy. Além de ser um aplicativo que ele oferece aos pais uma série de recursos para ajudá-los a monitorar e controlar o acesso dos seus filhos à internet. Esses recursos podem ser resumidos em controle de navegação, controle de tempo de tela, alerta de atividades, localização e modo estudo.

No entanto, o Eyezy pode falhar ao não mostrar as palavras digitadas na íntegra, o que pode dificultar a interpretação do que foi digitado. Além disso, o aplicativo não possui uma opção de teste para você verificar se gosta ou não do serviço dele. Ou seja, é preciso pagar para ter a experiência de como o Eyezy funciona.

Para ficar por dentro de mais dicas sobre controle parental no TikTok, leia esse artigo que mostrará mais formas de proteger o seu adolescente.

Converse com seus filhos

Se você está preocupado em como proteger o seu filho no TikTok, é importante ter uma conversa aberta e honesta sobre os riscos e perigos da plataforma. Explique para ele que existem pessoas mal intencionadas e que é preciso ter cuidado com os conteúdos que são acessados.

Além disso, estar envolvido na vida do seu filho pode ajudar a protegê-lo de conteúdos inapropriados. Mostre interesse pelo que ele está assistindo no TikTok, quais são os criadores de conteúdo que ele segue e as hashtags que ele usa. Isso pode ajudá-lo a entender melhor os gostos e comportamentos do seu filho na plataforma.

Uma dica para iniciar essa conversa é verificar as contas mais populares do TikTok, já que é provável que algumas delas sejam do interesse do seu filho. Para ajudá-lo nessa tarefa, podemos indicar um artigo completo com as 20 maiores celebridades do TikTok, que pode servir como uma referência útil para você começar a entender a plataforma e os gostos do adolescente.

Fique sempre atento e lembre-se de que o app possui uma inteligência artificial para selecionar o conteúdo que mais se adequa às preferências do usuário. Utilizando dados como as interações do adolescente na rede.

Nesse sentido, ele analisa as curtidas em vídeos, o tempo de visualização de cada conteúdo e até mesmo a rapidez com que um vídeo é pulado pelo seu filho. Dessa forma, os algoritmos do TikTok conseguem rapidamente entender as preferências de cada pessoa e, assim, oferecer conteúdo semelhante que dificilmente desagrada, provando a importância de conhecer mais sobre os vídeos que o adolescente gosta.

Por fim, ensinar sobre as práticas de segurança online, como não compartilhar informações pessoais com estranhos e não aceitar solicitações de amizade de pessoas que não conhecem, também pode ser de grande ajuda nesse processo.

Agora que você já sabe de todas essas dicas, que tal conhecer um pouco mais sobre essa plataforma de grande crescimento? Veja agora as 25 curiosidades sobre o TikTok.

Adolescentes e o risco da exposição à pornografia

Mesmo após uma conversa franca com seu filho, pode ser necessário falar sobre como o acesso à pornografia pode ser prejudicial para sua saúde mental, principalmente para a autoestima de adolescentes que se comparam com atores de conteúdos adultos.

Além disso, o consumo de pornografia pode levar a uma alteração na percepção da sexualidade, algo muito problemático para uma pessoa que está se descobrindo ou que nem deveria pensar nesse assunto ainda.

A pornografia também pode apresentar ao adolescente uma visão distorcida da sexualidade. Afinal, muitas vezes as relações sexuais são desprovidas de intimidade e afeto. Essa visão pode levar seus filhos a esperar que suas experiências sexuais sejam semelhantes às que eles viram em vídeos pornográficos, o que pode prejudicar a capacidade de formar relacionamentos saudáveis e satisfatórios.

Outra possibilidade perigosa também é o fato de muitos abusadores acessarem esse tipo de conteúdo em plataformas que adolescentes possuem fácil acesso, como o TikTok. Sendo assim, podem entrar em contato com seu filho, se passando até mesmo por uma pessoa da idade dele, e convencê-lo a fazer coisas, como mandar fotos ou gravar vídeos imitando o que foi visto.

Converse com seu filho para que ele seja cauteloso ao adicionar amigos no TikTok. Dessa maneira, ele deve apenas aceitar solicitações de pessoas que conhece pessoalmente e até mesmo remover seguidores indesejados ou bloquear usuários desconhecidos.

Por essas razões, é importante que você exponha de maneira clara todos esses problemas para poder proteger seu filho cada vez mais dessa exposição tóxica, capaz de atrapalhar o desenvolvimento do adolescente.

Conversando abertamente seu filho se sentirá à vontade para conversar com você sobre suas experiências no TikTok e relatar qualquer conteúdo inapropriado que tenha encontrado. Mas se de alguma forma você achar que a solução é desativar o TikTok do adolescente, pelo menos por um tempo, clicando aqui você tem o passo a passo para isso.

Uma vida fora do TikTok

A busca por engajamento ou pelo prazer de assistir vídeos curtos pode ser tentador demais para fazer com que o adolescente se afaste das telas. No entanto, mostre ao seu filho que a vida não é apenas isso. Que ele pode sair para conhecer novos lugares com você, chamar os amigos para uma festa do pijama e até mesmo curtir um pouco da natureza naquele parque que ele deixou de ir há muito tempo.

Dê o exemplo para seu adolescente. Crie atividades divertidas em família e saia um pouco das telinhas também. Você pode incentivar atividades como esportes, hobbies, música ou leitura. Ajude seu filho a encontrar outras maneiras de passar o tempo e descobrir novas paixões.

Em dias chuvosos ou de pouco dinheiro para sair de casa, não há problemas em recorrer a internet. Contudo, tente fazer isso fora das redes sociais e mostrando a importância das atividades em família. Para te auxiliar, indicamos se distrair com os melhores jogos para jogar com a família ou com seriados para assistir para todos em casa fazer aquela maratona em conjunto.

Manuel Rivas

Fernando Rivas. Compagino mis estudios superiores en ingeniería informática con colaboraciones en distintos medios digitales. Me encanta la el periodismo de investigación y disfruto elaborando contenidos de actualidad enfocados en mantener la atención del lector. Colabora con Noticias RTV de manera regular desde hace varios meses. Profesional incansable encargado de cubrir la actualidad social y de noticias del mundo. Si quieres seguirme este es mi... Perfil en Facebookhttps://www.facebook.com/manuel.rivasgonzalez.14 Email de contacto: fernando.rivas@noticiasrtv.com

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *