Temperaturas podem chegar aos 42¬ļ e p√Ķem cerca de 150 concelhos em risco m√°ximo de inc√™ndio









As temperaturas elevadas¬† ‚ÄĒ que podem atingir m√°ximas de 42 graus ‚ÄĒ colocam, esta sexta-feira, cerca de 150 concelhos de 14 distritos de Portugal continental em risco m√°ximo de inc√™ndio. Oito distritos est√£o sob aviso laranja devido √† previs√£o de continua√ß√£o de tempo quente, segundo o Instituto Portugu√™s do Mar e da Atmosfera.

Em risco máximo estão cerca de 150 concelhos dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Aveiro, Guarda, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro. O IPMA colocou também em risco muito elevado e elevado de incêndio quase todos os concelhos de todos os distritos (18) de Portugal continental.

Segundo o IPMA, pelo menos até segunda-feira vai manter-se o risco de incêndio máximo e muito elevado em muitos concelhos do continente, por causa do tempo quente.

O governo declarou na quinta-feira a situa√ß√£o de alerta em Portugal Continental devido √†s previs√Ķes meteorol√≥gicas para os pr√≥ximos dias que apontam para um ‚Äúsignificativo agravamento do risco de inc√™ndio rural‚ÄĚ.

O Ministério da Administração Interna (MAI) avançou em comunicado que a situação de alerta abrange o período compreendido entre as 00h de sexta-feira e as 23h59 de domingo.





A declaração surge na sequência da ativação do estado de alerta especial de nível vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Santarém, Porto e Aveiro.

No √Ęmbito do refor√ßo da monitoriza√ß√£o e o grau de prontid√£o do Dispositivo Especial de Combate a Inc√™ndios Rurais (DECIR), o estado de alerta especial vermelho significa que o grau de risco √© extremo por existir a possibilidade da ocorr√™ncia de fen√≥menos ‚Äúde intensidade excecional, dos quais √© muito prov√°vel que resultem danos muito relevantes e uma redu√ß√£o muito significativa da seguran√ßa das pessoas, podendo amea√ßar a sua integridade f√≠sica ou mesmo a vida, numa vasta √°rea‚ÄĚ.

Nos restantes distritos, Beja, √Čvora, Coimbra, Faro, Leiria, Lisboa, Portalegre e Set√ļbal, foi ativado o estado de alerta laranja, o segundo mais grave de uma escala de quarto, que se traduz num grau de risco elevado.

O MAI sublinha que a declaração da situação de alerta decorre ainda da necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio máximo e muito elevado previsto pelo IPMA, pelo menos até segunda-feira, em mais de metade dos concelhos do continente devido ao tempo quente.

No √Ęmbito da declara√ß√£o da situa√ß√£o de alerta, prevista na Lei de Bases de Prote√ß√£o Civil, ser√£o implementadas medidas de ‚Äúcar√°ter excecional‚ÄĚ, como a proibi√ß√£o do acesso, circula√ß√£o e perman√™ncia no interior dos espa√ßos florestais previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Inc√™ndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem.

Nos pr√≥ximos tr√™s dias √© tamb√©m proibido a realiza√ß√£o de queimadas e queimas de sobrantes de explora√ß√£o e a utiliza√ß√£o total de fogo-de-artif√≠cio ou outros artefactos pirot√©cnicos, independentemente da sua forma de combust√£o, bem como a suspens√£o das autoriza√ß√Ķes que tenham sido emitidas nos distritos onde tenha sido declarado o estado de alerta especial de n√≠vel vermelho pela Autoridade Nacional de Emerg√™ncia e Prote√ß√£o Civil (ANEPC).

No √Ęmbito das medidas de ‚Äúcar√°ter excecional‚ÄĚ est√£o ainda proibidos a realiza√ß√£o de trabalhos nos espa√ßos florestais e outros espa√ßos rurais com recurso a qualquer tipo de maquinaria.

Os distritos de Braga, Porto, Leiria, Santar√©m, Lisboa, Set√ļbal, √Čvora e Beja v√£o estar sob aviso laranja at√© √†s 18h desta sexta-feira, devido √† persist√™ncia de valores elevados da temperatura m√°xima, passando depois a amarelo. O IPMA colocou tamb√©m os restantes distritos de Portugal continental sob aviso amarelo at√© √†s 21h de s√°bado, por causa do tempo quente.

O IPMA prevê para esta sexta-feira no continente tempo quente com céu pouco nublado ou limpo.

A previsão aponta também para vento fraco a moderado do quadrante leste, sendo por vezes forte nas terras altas até meio da manhã e a partir do final da tarde, soprando do quadrante oeste na região Sul e na faixa costeira a norte do Cabo Raso durante a tarde. As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 16 graus Celsius (em Bragança) e os 28 (em Portalegre) e as máximas entre os 33 (na Guarda e em Bragança) e os 42 (em Santarém).

Em risco extremo est√£o os distritos de Vila Real, Viseu, Guarda, Set√ļbal, Portalegre, √Čvora e Beja e a ilha da Madeira. Para as regi√Ķes com risco extremo, o IPMA recomenda que se evite o mais poss√≠vel a exposi√ß√£o ao sol.

O IPMA colocou ainda os restantes distritos de Portugal continental, a ilha do Porto Santo e o arquipélago dos Açores em risco muito elevado de exposição à radiação UV.

Manuel Rivas

Fernando Rivas. Compagino mis estudios superiores en ingeniería informática con colaboraciones en distintos medios digitales. Me encanta la el periodismo de investigación y disfruto elaborando contenidos de actualidad enfocados en mantener la atención del lector. Colabora con Noticias RTV de manera regular desde hace varios meses. Profesional incansable encargado de cubrir la actualidad social y de noticias del mundo. Si quieres seguirme este es mi... Perfil en Facebook: https://www.facebook.com/manuel.rivasgonzalez.14 Email de contacto: fernando.rivas@noticiasrtv.com

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *